Plantão
gospel

Para demonstrar força, Estado Islâmico assassina 128 cristãos

Publicado dia 27/10/2017 às 16h37min
"Eles nos atacaram como animais, eles vieram só para nos matar", lamentam testemunhas

Enfraquecido após 6 anos de guerra na Síria, o grupo extremista Estado Islâmico (EI) tentou dar uma demonstração de força e invadiu uma cidade predominantemente cristã nos últimos dias.

“Eles nos atacaram como animais, eles vieram só para nos matar”, lamentou um dos moradores de Qaryatayn, que não quis revelar seu nome.

 

No domingo, as tropas do governo sírio recapturaram Qaryatayn dos jihadistas do EI. Mas antes de se retirarem completamente da cidade, os terroristas cometeram um massacre. O Observatório Sírio para os Direitos Humanos, com sede na Grã-Bretanha, revelou que, ao todo, foram mortos 128 cristãos.

“Estas são pessoas que não conhecem Deus, não sabem nada”, disse um residente da cidade.

“Eles mataram crianças e mulheres com facas, bateram nas mulheres, quebraram os braços delas e as queimaram”, disse ele.

Os soldados sírios, apoiados pela Rússia, recuperaram o controle da cidade, que estava sob controle do EI. Milhares de cristãos moradores da cidade fugiram.

A crise humanitária na região continua, mas o Estado Islâmico pode estar perto do fim, uma vez que controlam hoje somente cerca de 10% do território que tinham em 2014, quando declararam o califado. Segundo relatórios, a maioria dos jihadistas estrangeiros voltaram para suas casas, o que pode resultar em novos atentados de simpatizantes em solo europeu. 

Fonte: Gospel Prime