Plantão
Cidades

Em ação emergencial, CET põe empresas vencedoras de licitação para reparar semáforos com defeito

Publicado dia 25/07/2017 às 22h40min
As empresas aceitaram antecipar o início do trabalho, segundo a CET. O conserto está direcionado para cruzamentos nas avenidas Rio Branco (centro)

Desde esta segunda-feira (24) a CET – Companhia de Engenharia de Tráfego de SP está promovendo um mutirão para consertar os semáforos da capital.

O trabalho foi assumido pelas empresas que venceram a licitação para manutenção dos 6.400 semáforos da cidade.

As empresas aceitaram antecipar o início do trabalho, segundo a CET. O conserto está focado nas avenidas Rio Branco (centro), João de Luca (zona sul), Marechal Tito (zona leste) e Roberto Marinho (zona sul). O nome das empresas ainda não foi divulgado pela Companhia.

Os semáforos destes cruzamentos foram definidos pela CET, que afirmou em nota que o critério da escolha dos endereços foi a de “maior recorrência de falhas provocadas por diversas razões, principalmente aqueles sem funcionamento em razão de furtos e vandalismo”.

Foram mais de seis meses sem contrato de manutenção de semáforo na cidade de São Paulo. O transtorno de semáforos quebrados, principalmente em dias de chuva, já é um fato comum na vida do paulistano.

No dia 6 de julho, finalmente, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) de São Paulo escolheu, através de pregão eletrônico, as três empresas que cuidarão dos 6.399 sinais de trânsito existentes na capital. Os contratos totalizam R$ 40,8 milhões, valor que representa desconto de 45% ante o orçamento feito originalmente pela CET, de R$ 72 milhões. Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2017/07/08/licitacao-da-cet-sp-define-empresas-que-cuidarao-do-conserto-dos-semaforos-da-capital-paulista/

Em matéria publicada em 23 de maio deste ano, noticiamos o anúncio da Prefeitura de SP da intenção de garantir que os semáforos da capital fossem consertados em no máximo duas horas. Para esse fim, a CET lançou naquele mesmo dia um novo edital, no valor de R$ 81 milhões, para permitir a manutenção permanente dos mais de 6,3 mil semáforos da cidade. (Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2017/03/23/prefeitura-de-sp-quer-que-semaforos-sejam-consertados-em-no-maximo-duas-horas/)

As empresas vencedoras da licitação terão de fazer a manutenção geral dos 6.399 cruzamentos semaforizados da capital. O contrato tem validade de um ano.

O serviço inclui, entre outras funções, reposição de peças e o conserto em caso de roubos de fios. O que o contrato não prevê é a modernização ou ajustes para operação dos aparelhos inteligentes (que operam conforme a demanda de carros), nem ações preventivas.

Os novos contratos abrangem três regiões da cidade, definidas no edital. Cada empresa responderá por um lote.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transporte

Fonte: Diario de Transporte