Plantão
Cidades

Alckmin se exalta e grita com deputado em evento: 'Tenha vergonha'

Publicado dia 16/09/2017 às 16h55min
A confusão começou quando o parlamentar grita com um microfone e uma caixa de som "Cadê o salário da polícia, secretário?"

Oclima esquentou entre o governador Geraldo Alckmin (PSBD) e o deputado federal Major Olimpio (SD-SP), neste sábado (16), no evento de entrega das 197 viaturas para batalhões da Polícia Militar, em São Carlos, interior de São Paulo. Durante a ocasião, um grupo protestava contra salários dos servidores públicos estaduais, morte de policiais e a falta de segurança nas escolas. A manifestação aconteceu no momento em que o secretário estadual de Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho, discursava.

Durante o discurso de Filho, o parlamentar gritou com um microfone e uma caixa de som "Cadê o salário da polícia, secretário?" Em resposta a Olimpio, o governador rebateu o questionamento. "Quero fazer uma pergunta para vocês. Alguém aqui ganha R$ 50 mil do povo de São Paulo? É ele que está gritando. Ele ganha R$ 50 mil, devia ter vergonha, vergonha de vir aqui, R$ 50 mil do povo de São Paulo. Tenha vergonha, deputado. Não pode olhar no rosto dos brasileiros de São Paulo, R$ 50 mil por mês. Vergonha!", gritou Alckmin.

Questionado por jornalistas depois do discurso, Alckmin, que não voltou a falar sobre o tumulto, adiantou que ainda está em pauta o reajuste dos servidores. "Não tem ninguém mais interessado em dar aumento de salário, reajuste do que eu. Sou o maior interessado. É de justiça. Agora, todo mundo sabe da grande crise que o país passa. A arrecadação despencou, nós temos que agir com responsabilidade. Mesmo se você não dá reajuste a folha cresce 3% ao ano, mesmo sem reajuste", justificou, em entrevista ao G1.

Fonte: noticias ao minuto