Plantão
Cidades

Motoristas e cobradores anunciam greve de ônibus na região metropolitana de Curitiba

Publicado dia 08/05/2018 às 12h34min
Indicativo de paralisação é para 20 de maio, por atraso nos pagamentos

Os motoristas e cobradores de ônibus de São José dos Pinhais e Araucária, na região metropolitana de Curitiba, aprovaram um indicativo de greve para 20 de maio. A decisão foi tomada nesta terça-feira, 8 de maio de 2018.

Segundo informações da Gazeta do Povo, o motivo para a greve seria atraso no pagamento dos salários.

A paralisação afetaria 71 linhas municipais e não atingiria as linhas metropolitanas, pois estas são gerenciadas pela Comec (Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba), órgão do governo do estado.

O Sindimoc – sindicato que representa a categoria – informou ao portal que a decisão foi tomada por volta das 4h. As assembleias foram feitas nas empresas São José dos Pinhais Matriz e Araucária Transporte Coletivo.

De acordo com o sindicato, a Araucária não pagou o salário dos trabalhadores. A São José, por sua vez, realizou apenas 70% do pagamento.

Em Araucária, serão 33 linhas atingidas, atendidas por 250 motoristas e cobradores. Neste caso, seriam afetados também os municípios de Contenda e Campo Largo.

Em São José dos Pinhais seriam 38 linhas, com 950 motoristas e cobradores.

A empresa São José dos Pinhais Matriz respondeu à Gazeta do Povo que a prefeitura ainda não reajustou a tarifa técnica, que deveria ter sofrido alterações em fevereiro. “Por isso, não contava com caixa para realizar integralmente o pagamento dos salários”, informou, em nota. A empresa disse ainda que a situação deve ser normalizada nos próximos dias, enquanto aguarda o reajuste.

A Araucária Transporte Coletivo informou que o pagamento da folha foi realizado na segunda-feira, mas não chegou aos trabalhadores devido a um erro de processamento em uma das agências da Caixa Econômica do município. A companhia disse que procurou a agência bancária na manhã desta terça-feira para regularizar a situação.

Fonte: JESSICA SILVA PARA O DIÁRIO DO TRANSPORTE