Plantão
Cidades

Enquete nacional revela que 81% dos passageiros sentem insegurança no transporte público

Publicado dia 11/05/2018 às 18h31min
Pesquisa foi feita com passageiros de ônibus que utilizam o aplicativo CittaMobi

Uma enquete nacional feita com passageiros de ônibus que utilizam o aplicativo CittaMobi revelou que 81% dos participantes sentem insegurança no transporte público.

A pesquisa ouviu 48.839 usuários do aplicativo em mais de 80 cidades brasileiras. A enquete foi feita de 26 de fevereiro a 6 de março de 2018.

A percepção de insegurança é maior entre mulheres. Entre o grupo feminino, 83% sentem-se inseguras, enquanto 79% dos homens têm o mesmo sentimento.

A pesquisa também mostra que a insegurança é maior em cidades com mais de 500 mil habitantes. Neste caso, a sensação chega a incomodar 84% dos passageiros.

A percepção de insegurança é maior pelo receio de ser roubado o assaltado dentro dos ônibus, o que foi citado por 40% dos entrevistados. Por outro lado, 26% dos passageiros sentem-se vulneráveis enquanto esperam a chegada dos coletivos nos pontos.

A Enquete Nacional UITP-CittaMobi de Percepção de Segurança no Transporte Público foi divulgada nesta semana.

TEMPO DE DESLOCAMENTO

Outro item avaliado na pesquisa foi o tempo de deslocamento dos passageiros. A enquete mostrou que a maioria das pessoas leva entre 31 e 45 minutos para chegar ao destino de ônibus. Esse número representa 26% dos passageiros, enquanto 25% levam mais de uma hora.

Grande parte dos entrevistados utiliza o transporte público cinco dias na semana, correspondendo a 30% dos participantes.

A grande justificativa para o uso de ônibus de ônibus é a ausência de um veículo próprio, pois 69% dos entrevistados deram essa justificativa. Apenas 12% usam a alternativa por não possuírem carteira de motorista e 11% por acreditarem ser mais barato.

Clique no link abaixo para conferir a pesquisa na íntegra:

Pesquisa CittaMobi_UITP_resultado_v2

Fonte: JESSICA SILVA PARA O DIÁRIO DO TRANSPORTE