Plantão
Policiais

Guarda tem pedaço de orelha arrancada durante abordagem em SP

Publicado dia 24/07/2017 às 17h27min
O suspeito, que foi preso, teria chamado o guarda de "guardinha"

Um suspeito foi preso após morder e arrancar um pedaço da orelha de um guarda municipal de Mogi das Cruzes, no interior de São Paulo, durante uma abordagem, no último fim de semana. O rapaz era ajudante na Praça da Juventude, no Jardim Layr, e teria chamado o agente de "guardinha". Inconformado com o desacato, o guarda pediu que o jovem, de 28 anos, o respeitasse.

Ao presenciar a cena, outro guarda se aproximou da confusão e afirmou que o suspeito estava exaltado e agressivo. Com uma mordida, ele disse que o ajudante mordeu o dedo e arrancou um pedaço da orelha, mesmo após ter tentado um diálogo. O agente que havia sido chamado de "guardinha" sofreu escoriações na mão e no rosto em virtude das agressões.

 

Em depoimento, o rapaz confessou o crime, mas disse que o desacato não foi com intenção de ofender. Ele chegou a pedir desculpas por chamá-lo de "guardinha" e parabenizou o trabalho dos guardas. A confusão aconteceu, segundo o próprio suspeito, depois de ele ter resistido a abordagem e um dos guardas ter usado spray de pimenta no rosto dele.

A advogada de defesa do suspeito, Letícia Pereira, afirmou que "seu cliente foi preso após reagir a uma interpretação equivocada do guarda, o qual o mesmo parabenizava os profissionais pelo seu trabalho. A atitude foi recebida como 'vexatória', iniciando uma discussão levando ao ocorrido".

Fonte: Noticias ao Minuto