Plantão
Politica

Se denúncia não for admitida, país fica 'ingovernável', diz petista

Publicado dia 02/08/2017 às 14h13min
"O governo fez uma operação de guerra, trocou o mérito da matéria pelo quorum", afirmou José Guimarães

Em articulação para tentar adiar a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer, o líder da minoria na Câmara, José Guimarães (PT-CE), diz que o país ficará "ingovernável", caso Temer consiga barrar a continuidade da denúncia na Câmara.

 

"O governo fez uma operação de guerra, trocou o mérito da matéria pelo quorum. [Parte do] PSDB vai votar com a gente, o PSB também. Não vai ter mais quorum para PEC (proposta de emenda à Constituição) é um risco grande para a desagregação fiscal e econômica do país", diz.

Às 13h25, ele previa apenas empurrar a votação para "depois das 14h", porque "seria uma nova sessão". "Não está resolvido o problema", diz.

Fonte: FOLHAPRESS