Plantão
Politica

Partidos da base vão a Maia para falar sobre possível saída do governo

Publicado dia 13/10/2017 às 08h37min
Legendas do "centrão" dizem temer desgaste causado pelo apoio ao presidente em ano pré-eleitoral

Deputados do grupo político conhecido como "centrão" procuraram o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, para discutir um possível desembarque do governo, às vésperas da votação da denúncia contra o presidente Michel Temer.

 

Siglas como PR, PP, PSD temem o desgaste causado pelo apoio ao presidente, em ano pré-eleitoral. Alas de legendas da base governista, a exemplo do PSDB e do próprio PMDB, partido de Temer, também estudam a possibilidade.

Os políticos ainda alegam insatisfação com a postura de Temer, após a votação da primeira denúncia. Reclamam que, mesmo tendo apoiado o presidente, não receberam a atenção prometida.

A reivindicação por mais espaço no governo acentuou-se em agosto, quando muitos deputados chegaram a pedir a saída do ministro tucano Antônio Imbassahy da Secretaria de Governo, já que o PSDB votou rachado, embora estivesse no comando de quatro ministérios. Temer, no entanto, ignorou a reivindicação e manteve os tucanos na base governista.

Ao ser procurado, Maia tem demonstrado, segundo informações do blog da Andréia Sadi, no portal G1, uma distância do Planalto. Ontem (10), antes da apresentação do parecer de Bonifácio de Andrada na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), recomendando a rejeição da investigação contra Temer, ele chegou a criticar o governo.

Diante do impasse, na última quarta-feira (11), Temer se viu obrigado a mandar Imbassahy ao encontro de Maia, a fim de tentar apaziguar os ânimos. Enquanto isso, o presidente da Câmara segue repetindo a aliados que não confia mais no governo e que, se for procurado por Temer, irá "vestir" seu papel institucional.

Fonte: NOTÍCIAS AO MINUTO