Plantão
Saude

Associação Brasileira de Epilepsia promove encontro para discutir o convívio com a doença

Publicado dia 08/07/2017 às 19h55min
A reunião funciona como um grupo de apoio para que os participantes compartilhem suas experiências e dúvidas sobre o assunto

 Conviver bem com a epilepsia significa ter uma vida social ativa e não deixar que a doença impeça a pessoa de ser ou fazer o que quiser. Com base nesse tema, a Associação Brasileira de Epilepsia (ABE) realizará uma palestra no dia 11 de julho, na cidade de São Paulo, conduzido pela psicóloga Nivia Colin, idealizadora do grupo Mães da Epilepsia.

 

O encontro é uma oportunidade para que pessoas que lidam direta ou indiretamente com a doença compreendam melhor o dia a dia do paciente, que costuma passar por muitas situações de preconceito e exclusão social. “É importante que elas percebam que não estão sozinhas e saibam que tem um espaço onde podem trazer todas suas dúvidas e aflições, sem serem julgadas. Esses encontros também trazem informações importantes que ajudam o indivíduo a se entender melhor”, afirma Maria Alice Susemihl, vice-presidente da associação.

 

Haverá uma reflexão sobre o que é, de fato, a enfermidade, como ela se manifesta, suas causas e consequências  e como é possível potencializar as qualidades dos pacientes enquanto pessoas. O objetivo é transmitir a mensagem de que apesar de merecer atenção e cuidados, a doença não deve ser a “protagonista” na vida dos que são impactados por ela.

Não é necessário fazer qualquer tipo de inscrição, apenas comparecer no local na data e horário agendados. Além disso, para os que tiverem interesse, serão fornecidos certificados de participação após o evento, por e-mail.

Serviço

Palestra: Convivendo com a epilepsia

Porta-voz: Nivia Colin

Data: 11/07/2017

Horário: das 18h30 às 20h

Endereço: Rua Botucatu, 862 (prédio da biblioteca Bireme)

 

Fonte: Armoni, Giulia